O PAPEL DA MULHER NA ADMINISTRAÇÃO DO LAR PDF Versão para impressão Enviar por E-mail





Quando leio Hebreus 11, e vejo a história das heroínas da fé, mulheres valorosas que são exemplos para nós hoje e sempre serão, me alegro em saber que aquelas mulheres venceram na sua geração e, por isso, tiveram suas histórias registradas na Bíblia.

VIVER A PALAVRA DE DEUS

Em Tito, somos levadas a uma reflexão. “As mulheres idosas (maduras e com inteligência emocional), semelhantemente, sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem; para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, a serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada.” (Tito 2:3-5)

Cuidar da família e educar os filhos de maneira a trazer uma segurança maior eram responsabilidades da mulher.

Encontramos na vida dessas mulheres qualidades como:

Sérias no viver. As mulheres de hoje não são tão sérias como as mulheres da Bíblia. Marido, cônjuge, as pessoas que trabalham conosco, todos devem ver que somos sérias no nosso viver, ou seja, em todo o nosso procedimento.

Não caluniadoras. Pessoas se levantam acusando outras falsamente, inventando mentiras que ferem a honra, a reputação. A Bíblia diz, claramente, que as mulheres não devem ser caluniadoras, logo devemos ter o cuidado com as nossas palavras.

Não dadas a muito vinho. Com certeza que, após nascidas de novo, não podemos nos embriagar com nenhum tipo de bebida alcoólica.

Mestras no bem. Ser mestra é ensinar com autoridade. Ensinar aquelas que ainda não viveram o que nós já vivemos, que são mulheres mais novas.

Prudentes. Prudência é uma qualidade que devemos ter, afinal quem não quer encontrar uma mulher dotada de discrição, que seja moderada no falar, comedida nas atitudes?

Amam os filhos. Amar os filhos é algo inerente a uma mãe. Deus, em Sua infinita sabedoria, e na Sua perfeita onisciência, deixou registrada a necessidade desse amor para tempos difíceis, como os que vivemos agora.

Boas donas de casa. Com a modernidade que nos assola, não é mais tão comum encontrarmos mulheres que sejam apenas donas de casas. Até porque a necessidade do sustento das famílias já não é mais apenas responsabilidade do marido. Digo isso porque muitas mulheres têm que trabalhar. Contudo, independente das necessidades financeiras da família, a mulher não pode deixar esse papel. Precisamos saber o que se passa dentro da nossa casa, administrando com cuidado o que Deus nos confiou, a família, nosso maior valor na Terra.

Submissas ao marido. Fico refletindo sobre o porquê do versículo 5 de Tito terminar dizendo que as mulheres devem ser submissas ao marido, a fim de que a Palavra de Deus não seja blasfemada. Todas as vezes que nos comportamos contrariamente ao que a Bíblia diz, como ser submissa ao marido, estamos blasfemando, ou seja, nos rebelando àquilo que sabemos que é correto e não queremos obedecer.

Em Provérbios 24:3-5, lemos: “Com a sabedoria se edifica a casa, e com o entendimento ela se estabelece; e pelo conhecimento se encherão as câmaras com todos os bens preciosos e agradáveis. O homem sábio é forte, e o homem de conhecimento consolida a força.”

É com sabedoria e entendimento, com inteligência emocional, que edificamos a nossa casa. Mas, às vezes, estamos tão preocupadas com o lugar onde moramos, em comprar móveis, cortinas, os adornos internos, que esquecemos o principal: de construir as bases do nosso lar.

Sabedoria e inteligência emocional não estão à venda, mas podemos adquiri-las com uma vida voltada para Deus e para a Sua Palavra que em tudo nos instrui.

Também devemos ensinar aos nossos filhos, desde cedo, a importância de se apegarem à Bíblia e de viverem por ela, cumprindo os seus princípios. “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos e delas falarás as- sentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.” (Deuteronômio 6:6,7)

SABEDORIA, INTELIGÊNCIA E CONHECIMENTO

Sabedoria, inteligência e conhecimento são essenciais para a administração do lar, para a construção de uma família edificada e firmada na Rocha, Jesus. Podemos até dizer que são como argamassa para assentar os tijolos na edificação da nossa casa.

1. SABEDORIA

Viver em sabedoria é viver com ausência de ansiedade e cheias de paz, mesmo em um ambiente que não seja favorável.

A Bíblia diz que o Senhor, com sabedoria, fundou a terra e com inteligência estabeleceu os céus. “O Senhor, com sabedoria fundou a terra; com entendi- mento preparou os céus. Pelo seu conhecimento se fenderam os abismos, e as nuvens destilam o orvalho.” (Provérbios 3:19,20).

Tiago 3:13-17, diz: “Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria. Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa. Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia.”

Com sabedoria, edificamos nossa casa sem perturbação, mas com paz; sem inveja, mas com companheirismo, livre de competição; sem mentiras, mas sobre as bases da verdade. Sejamos mulheres sábias que clamam ao Pai para ter esse dom cada dia mais e mais.

2. INTELIGÊNCIA

Quando utilizamos a inteligência que Deus nos deu, criamos para nós mesmas e para a nossa casa um ambiente de harmonia, um lugar agradável e seguro de se viver.

Viver de forma inteligente é um privilégio que Deus nos dá. Em Provérbios 2:11, lemos: “O bom siso te guardará e a inteligência te conservará.”

Agir com inteligência é a garantia que temos na Terra de que seremos conservados em perfeita paz e livres das atrocidades na alma que o mundo tem para oferecer nestes dias que a Bíblia chama de dias maus.

3. CONHECIMENTO

Conhecimento é entendimento, é buscar aprender e colocar em prática o que se aprendeu. A Bíblia diz: “Como é feliz o homem que acha a sabedoria, o homem que obtém entendimento (conhecimento).” (Provérbios 3:13)

Para mim, um dos versículos que mais me causa temor, por falar de conhecimento é Oséias 4:6. “Meu povo foi destruído por falta de conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.”

Rejeitar o conhecimento é privarmos a nossa descendência de ter um futuro de esperança em Deus.

Que nossa oração seja para Deus nos conceder a graça de termos sabedoria, inteligência e conhecimento. Com essas ferramentas, com certeza, exerce- remos com destreza o nosso papel de boas administradoras do lar.
Que Isaías 11:52 seja estabelecida sobre a sua casa. Que jamais falte sobre o seu lar a unção de sabedoria, inteligência e conhecimento.



FONTE: MIR http://www.mir12.com.br/mulheres2013/min02.html