Igreja Batista do Caminho celebra Festa do Chanucá PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


 

A Igreja Batista Bíblica do Caminho, IBC, realizará na noite de terça-feira, 25, a partir das 19 horas, a comemoração alusiva a Festa da Dedicação ou das Luzes, chamada Chanucá, exaltando o Rei dos reis, a Luz que tira o homem da escuridão.
De acordo com a líder da Igreja Batista do Caminho, apóstola Regileide Melo, a Festa da Dedicação ou das Luzes, o Chanucá significa o tempo de milagres e consagração da Igreja de Cristo no Altar do Senhor. Ela explica que a Festa de Chanucá tem sua origem no ano de 168 a.C, quando o povo de Israel foi submetido à escravidão dos assírios, que profanaram o Templo com a presença de deuses pagãos.
Entretanto, segundo a história, havia um pequeno grupo de judeus que não se submeteram àquela situação e decidiram se levantar para destruir toda a profanação que havia sido implantada no Altar do Deus Vivo dando início ao tempo de consagração.
Porém, o fato que caracteriza esse milagre foi que eles precisavam acender a Menorah para purificar o templo. Porém, só havia um pote pequeno de óleo que não tinha sido profanado, em quantidade suficiente para apenas um dia. Mas Deus realizou um milagre e a Menorah ficou acesa por oito dias, tempo necessário para a fabricação de óleo puro, que são nove dias.
De acordo com a apóstola, o apóstolo Adriano Melo e o pastor Joel Melo, atenderam a uma convocação do apóstolo Renê Terra Nova, líder da Visão Celular e participam da Festa de Chanucá em Israel, devendo chegar a Boa Vista na madrugada do dia 28.
“Chanucá significa que a luz precisa estar acesa para consagrar o Altar. Neste dia de festa, a família da Igreja Batista do Caminho celebrará na presença do Senhor, buscando consagrarem-se no Altar, e terem suas vidas e ministérios restaurados com a unção. O Chanucá é a Festa da dedicação do Santuário. Nós somos o Santuário de Deus e temos o dever de dedicá-lo ao Senhor nosso Deus", disse.